Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
130 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 56731 )
Cartas ( 21128)
Contos (12524)
Cordel (9865)
Crônicas (21899)
Discursos (3121)
Ensaios - (10001)
Erótico (13200)
Frases (41763)
Humor (17750)
Infantil (3605)
Infanto Juvenil (2334)
Letras de Música (5450)
Peça de Teatro (1312)
Poesias (137080)
Redação (2886)
Roteiro de Filme ou Novela (1049)
Teses / Monologos (2381)
Textos Jurídicos (1917)
Textos Religiosos/Sermões (4528)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A educação formal não é replicação -- 25/03/2018 - 10:55 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Incrível a  capacidade que tem o ser humano de se dedicar com determinação aos assuntos que demandam interesses pessoais, sem perceber que, ao menos estão sendo manipulados. Tal comportamento, é muito mais frequente do que se imagina, sobretudo nas classes que se apresentam sociável “mente” mais “informadas”, comumente conhecidas como elitizadas. Bem, toda essa introdução para acentuar minha curiosidade às propostas de ensino desenvolvidas pelo mundo afora que revelam o quanto influenciam os modelos educacionais desenvolvidos exercem no modelo de desenvolvimento de uma nação. Se lermos algo sobre os modelos de ensino das Correias do Norte e Sul, veremos a enorme diferença que há e que provoca uma enorme lacuna a distanciar ainda mais as duas nações. Quando se propõe um modelo educacional formal baseado em questionamentos sobre o porquê dos fatos, sem a indução tendenciosa, percebe-se que os pensamentos humanos tornam-se mais livres e portanto, mais criativos no sentido da evolução e da promoção da sociedade como um todo. Tem-se uma sociedade mais crítica no sentido amplo da palavra, sem os meros  vícios que normalmente se apresentam normalmente numa sociedade que deixou há muito, a formação educacional formal de lado. Pensar, não aprisiona. Analisar, estudar, observar, sem o estímulo do apontamento dos erros, e buscando sempre novas propostas e alternativas é enriquecedor e ajuda muito no processo democrático de uma nação que se propõe a buscar novos caminhos para debates de um novo projeto de vida à população.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui