Usina de Letras
Usina de Letras
Usina de Letras
122 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

Artigos ( 53315 )
Cartas ( 21476)
Contos (12815)
Cordel (9275)
Crônicas (20510)
Discursos (3151)
Ensaios - (10291)
Erótico (21363)
Frases (43712)
Humor (22040)
Infantil (4558)
Infanto Juvenil (3268)
Letras de Música (5689)
Peça de Teatro (1373)
Poesias (139499)
Redação (2961)
Roteiro de Filme ou Novela (1092)
Teses / Monologos (2637)
Textos Jurídicos (2134)
Textos Religiosos/Sermões (4049)




= SERVIÇOS =
Patrocine um Autor
Vitrine
Copia CD
Facilidades para o QA
Nossa Proposta
Fale Conosco
Nota Legal
 




 
Busca | Placar | Assine/Renove | Quadro de Avisos: 1 2 | Ajuda | Autores | Central do Autor | Contato | Logoff
Serviços: Patrocine um Autor ou Texto | Vitrine | Cópia de seus Textos | | Publique seu E-BOOK|

Autor: 36845109
Relação de Textos Publicados (780) em ordem alfabética

Airam Ribeiro
Patrocine esse autor
(O bixo Home)Poesias
... I qui nu curação o amô nun temCordel
00 - A risposta - carta dum matutoCordel
01 Cordé acrosticado Pruquê os soin são meu ninguém roba...Cordel
02 Mió é te amá nas verdade qui te amá nas mintiraCordel
1 - Só quiria discansá Maria, nada mai (iníçu)Cordel
10 - Vivu bem cum mia MariaCordel
11 - Todu pau qui náçi tortuCordel
11 DE SETEMBROCrônicas
12 - Nus bastidôris da nuvelaCordel
13 - Maria Améia da LuzCordel
14 - "Dereitu di nacê", a nuvela qui Maria gostaCordel
15 - Maria i a duença di catilepiciaCordel
16 - Maria e u ômi du ibgeCordel
17 - Maria i u ômi du seuviçu sociá .Cordel
18 - Maria e a duença da denguCordel
19 - Maria i a ida dus fi mais véi pra Sun PáluCordel
2 - Tô percurano u a impregada pra ajudá mariACordel
20 - Maria arrespondi a carta dos fiCordel
21 - Maria viu Zéca partindoCordel
22 - Na nuvela de Maria - a vida di um candanguCordel
3 - MariA tem ciúmi d êuCordel
4 - Maria tornô imbuxáCordel
5 - Maria ta cum intôju, mai u pió é us dizêjuCordel
500 ANOS DE BRASIL IPoesias
500 ANOS DE BRASIL IIPoesias
6 - Maria nunca cantô di galuCordel
7 - Ci Drumonti menajiô Juzé, eu menajêio MariaCordel
8 - U dizêju di Maria ta danu trabái u cumpadi PedrinCordel
9 - Maria feiz cezarianaCordel
A ação do ômiCordel
A Amazônia está doente - EcologiaCrônicas
A anestesiaCordel
A AVENIDA PRINCIPAL DO CEMITÉRIOCordel
A água não está acabando. Mas a potável!...Cordel
A bebida é uma drogaCordel
A bomba da mortePoesias
A briga dus trêis santuCordel
A burra nunca deu burrada/Em seu lombo ela carrega o nordesCordel
A cachoeira só canta porque tem as pedras em seu caminho. AiFrases
A canção que não é do exílioCordel
A canção qui Patativa cantô pra mimCordel
A canga que carregu é a sôdadi di MariaPoesias
A CASA DO MEU SONHOCordel
A caxumba de BastiãoCordel
A chuvaCordel
A ci eu fôçi um jumentuCordel
A cor azulInfantil
A cor da vidaCordel
A cor verdeInfantil
A cor vermelhaInfantil
A cor violetaInfantil
A criança do TalibãContos
A duença tiriçaCordel
A enxada e o trabalhadorCordel
A escola hoje e ontemCordel
A flor da juremaContos
A FLOR DO CEMITÉRIOCordel
A força da zona ruráCordel
A foto preto e brancoCordel
A fulô azú du cerraduPoesias
A guardiã do folclore brasileiroCordel
A GuerraCrônicas
A história do Véi Gió CorreiaCordel
A indústria no mundoPoesias
A invasão dos bichosPoesias
A lagartixa cotó - PolíticaLetras_de_Música
A leituraPoesias
A leituraPoesias
A lenda da Mandioca (folclore)Infantil
A minha ruaCordel
a morróidaCordel
A morte de um poetaPoesias
A morte de uma mataPoesias
A morte dum sabiáCordel
A Padre Roma beteu coluna não - para os cordelistas maçonsCordel
A parteira a rezadeira e o coveiro - metáforaCordel
A Paz está no coração da criançaInfantil
A PÁTRIA CHORA POR TICrônicas
A pátria chora por tiPoesias
A pitiçaria du congréçu ta trapaianu xuvê láCordel
A poesia não deve ser lida em certos lugaresCordel
A porta para a cultura afroPoesias
A primavera nu sertãoCordel
A primavera qui a perfeçôra falavaPoesias
A proposta do segundo encontro é ótimaCordel
A Puta mereci mais respeitio! - setilhaCordel
A reunião das ratazanasCordel
A rima é o meu tempero seu dotô!Cordel
A sabia naturezaCordel
A todas as mulheres (meus parabéns)Cordel
A vaca AtlânticaCordel
a vida é feita de cantoria MileneCordel
A visita da CárieInfantil
A voz do silêncioPoesias
A xegada da sêcaCordel
Aborto delituosoArtigos
Abuso de poderArtigos
Aconteceu em Pearl Habor antes de HirochimaCordel
Adeus prefeçô Jorge Sales RibeiroCordel
Adispois da uperação cumprei uma cueca de côroCordel
Afastando da AABBCordel
Afinal, o encontro com ManezinhoCordel
Agardeçenu u a leitôraCordel
Agora é o cunhado que é dono da funeráriaCordel
Agradecendo a Domingos Oliveira MedeirosCordel
AGRADECENDO A ROBERTO DE LIMA E SOUZACordel
Agradecendo pelo envio da regraCordel
Agradecimentos a Rosangela, Simone, Isis e o bom velhinhoCordel
Ah! como era verde o meu valePoesias
AINDA FALTA GENTECordel
Ainda não encontrei Manezinho no DFCordel
Ainda o CapanguinhaCordel
Ainda sou daquele tempoCordel
Airam ou Maria em cordelCordel
Ajudandu um amiguCordel
Ajudi nóis meu Padin Çiçu RumãoCordel
Alegria na sentinelaPoesias
Alerta ao planeta água - EcologiaPoesias
Alguém sabe o telefone do Primo Jorge Sales Ribeiro?Cordel
Almir, apareça de vez em quandoCordel
Alô cumpadi Clauduarte - USACordel
Alunos - ParódiaLetras_de_Música
Amanhã farão o mesmo conosco para tomar nossas águasCrônicas
Amá um poeta é cumpricadu!Cordel
América do SulInfantil
Amiga virtualCordel
Amigo virtualCordel
Amigos para sempreCordel
Anne e VicenteCordel
Antigamente romanaPoesias
Antiguidade romanaPoesias
Antídutu pra dizavênça é respeitiá as deferênçaPoesias
Antoin num cunhece o maxixeContos
Ao Ir. . AltamirandoCordel
Ao mestre Egídio, com carinhoCordel
AO POVÃO DE BARRA DA ESTIVA BACordel
Aos nordestinos que ficaramCordel
Aos paisCordel
Aprender é lembrarPoesias
Aprofundando nas belezasCordel
AristótelisPoesias
Arrespondenu a amiga Hull de la FuenteCordel
Arrespostano a carta du ZezituCordel
Artes na educaçãoPoesias
Artura?... Deus min livra!Cordel
As astúcias de Timóteo AleijadoCordel
As coisas acontecendo e você aí atrás das verdinhasPoesias
As coisas que já passei, só agora eu vou contarCordel
As duas mortes de DominguinHumor
AS GOTEIRASPoesias
As icunumia qui tem na róçaCordel
As Leis DivinasPoesias
As mensagens libertadorasCordel
As palavras mágicas - EducaçãoPoesias
As parabóica e as borça tão fazeno as muié da zona rurá mudáCordel
As preces dum cabôco neste dia de NatáCordel
As proeza di um baianu recém nascidu retadu - IIICordel
As proezas de um baianuCordel
As proezas e repentes de um baianu II - setilhaCordel
As quedas na telaPoesias
As tanajurasCordel
As vremizinha oquixiuraCordel
Assim diria o passarinhoCordel
Assim eu diria para Artuzinho...Cordel
Atrasado mas estou de volta...Cordel
Às mães que abortaram - Palavra de Madre Tereza de CalcutáArtigos
ÁGUA - cuide dela!Cordel
Balada em BagdáCordel
Barra da EstivaCordel
BILHETE PARA UM AMIGO BEBERRÃOCordel
Bíblia parada não move moinhosPoesias
Bom pra obêzidadiCordel
Botando o bico onde não é chamadoCordel
Brasí dus istrangêroCrônicas
Briga dos bichos na política de ItanhemCordel
Brincando com minha mãe na festa dos 83 anosDiscursos
Brincando de boiadeiroCordel
Cabelos brancosCordel
Caboclo douradoPoesias
Caboclo RaizeiroCordel
Cada um da o que tem no coraçãoCordel
Cadê a Mata que lhes dei?Cordel
café com pão bolacha não! O refrão de um adeus.Cordel
Caixão confortadoHumor
CALMA ALTAMIRANDOCordel
Calma que os cds vão chegar DanielCordel
Canção para GiovanaCordel
Candidato do Partido RoçalianoCordel
Cantando com Jorge Ribeiro SalesCordel
Canto triste - EcologiaLetras_de_Música
Carta ao poder legislativoCordel
Carta de Tiãozin pra papai NoéCordel
Carta dum xorãoCordel
CARTA PARA JOTA PIRESCordel
Carta para o poder legislativo com discursoCordel
Carta para o prefeito de Itanhem baCordel
Carta para os filhosCordel
Carta pro Cumpadi Clau lá no USAPoesias
Carta pru cumpádi PedrinCordel
Casá cun mais ôtra muié? Ah! Içu ciria bom dimais.Cordel
Causo do matuto qui fêiz izame de próstaCordel
Cálo nas mão é o diproma do matuto seu dotô!Cordel
Ceinha, um exemplo de vidaCordel
César, pede a paz pra turma!Cordel
Chão estreladoPoesias
Chegou tardeLetras_de_Música
Cheguei, trabalhei, namorei, casei... e por aqui fiquei.Cordel
Chorando nas margens do rio Água PretaCordel
Ci eu foci um sabiá eu ia cantá lá ni Juiz di FóraPoesias
Ci tu fôci um abortadu, ôji num era um prizidentiCordel
Cidade de menino e anciãoCordel
Ciumes do beija-florPoesias
Clamor a papai NoelCordel
Clamôres de um loucoContos
Colé u santu qui protegi us qui só fica?Cordel
Com a vinda do progresso, ficou mais burro o sujeitoCordel
Com fritá um ovu (sonetu)Poesias
Com poesia não há melancoliaPoesias
Com sete linhasCordel
Comendo com farinhaPoesias
Como ficam os conselhos que dei aos meus filhos?Cordel
Como viver em comunidadePoesias
CompaixãoArtigos
CompanheirismoCordel
Comparando o interior com a capitalCordel
CompreensãoArtigos
CONCORDANDO COM RUBENIOCordel
Conforme nossas atitudesPoesias
Conselho de PaiCordel
Conselho para uma poetisa de 10 anosPoesias
Contrastes - Não ao abôrtoCrônicas
CONVERSANDO COM LUCIANOPoesias
Convite para uma amigaCordel
Conxambramento de 1833 - cordel abaixoCordel
Coração feridoLetras_de_Música
Cordel de agradecimentoCordel
Cordelando com Airam - MarinaCordel
Cordelando com Airam 2Cordel
Cordelando com LaurentinoCordel
Cordelando com Laurentino 2 com respostaCordel
Cordelando com MarinaCordel
Cordelando com MarinaCordel
Cordelando com Marina - 3Cordel
Cordelando com Marina - 4Cordel
Cordelando com Marina - 5Cordel
Cordelando com Marina - 6Cordel
Cordéuzin barato este?...Cordel
Cresceu de tijôlo e rebôcoPoesias
CriançaLetras_de_Música
CRIANÇA EXCEPCIONALPoesias
Criança famintaCrônicas
Criança FelizInfantil
Cuma fazê u a muquecaCordel
Cuma fazê um torresmuCordel
Cunheço tudo do sertão/ pruquê eu vim foi de láCordel
Cunsêio pru cumpadi PedrinCordel
Cunviti pra festançaCordel
Çalada di quiabuCordel
Dando notícias a Graça PortoCordel
Daniel ainda não recebeu o cdCordel
Dá o anzó que o povo num qué ismola, sabiduria da minha vó.Cordel
De olho no infinitoPoesias
De quem é a culpa doutor?Cordel
De repente!...Poesias
Declaração de amor a esta terra que me acolheu - ItanhémCrônicas
Defendendo o alémCordel
Defendendoo além 2Cordel
DeixePoesias
Deixe o trigo germinar - CanudosCrônicas
Deixe qui os teus verso diga!Cordel
Desbravador de fronteirasCordel
Desejando melhora a Jorge SalesCordel
Deserto verdeCrônicas
DeusPoesias
Deus nun tarda, nóis é qui fáia!Cordel
Deus você e o marCordel
Devastação de todo jeitoCordel
Décimas para as bolsasCordel
Dê um abraço em seu heróiCordel
Dêxa de ipocrisia cumpadi, vem cá vêCordel
Dia du poetaPoesias
Dialogando com o demônioPoesias
Dialogando com o mestre Egídio, sobre ecologiaCordel
Discurso na câmara de vereadoresDiscursos
Discurso para o povo de ItanhémDiscursos
Discurso para um DesembargadorCordel
Driblar o envelhecimento porquê?Poesias
Duetos - (Airam Ribeiro e Hull de La Fuente)Cordel
E agora Maria?Contos
E o caixão foi doadoCordel
E o destino escreveuLetras_de_Música
E o dia chegouCordel
E pra vingar, um mínimo minguadoCordel
E viva a rapadura, a patenti du nordesti!!!Cordel
Edinamai, o pobre tem suas vantagens (reeditado)Cordel
Educação - crítica humanizadoraPoesias
Elane taí de novo na liderança do BBBCordel
Elane, líder pela 2ª vez no BBBCordel
Ele é um bom timonêroCordel
Eles estão de volta, os caçadores de votosCordel
Eles tão lá votanu di porta fexada nun segredin danadu lá nuCordel
Elomar Figueira de MeloCordel
Em certas igrejas satanás é mais lembradoCordel
Em defesa de BrasíliaCordel
Em nome de Jesuis eles istão/ Lucrano cá mercadoriaCordel
EM TEMPOS DE GUERRA - Um poema para a pazPoesias
EM TUDO ESTÁ O TRABALHOCordel
Emprego de vereadorCordel
ENCONTREI MILAZUL NO CEMITÉRIOCordel
Enquanto ela tiver lá, o cordel vai rolarCordel
Escola Libertária - paródiaLetras_de_Música
Escolinha matinalInfanto_Juvenil
Escravo da paixãoLetras_de_Música
Escrevendo sentimentosCordel
Esperando a porta abrirPoesias
Esqueceram o Cristo na cruzCrônicas
Essa amizade da gente Milene, qualquer um não tem não.Cordel
Esse computadorCordel
Esse meu português! - LínguaPoesias
Está chegando a hora do enxame pedir por uma de suas abelhasCordel
Está difícil mais temPoesias
Está tudo mudadoCordel
Estilo de liderança diretivaPoesias
Estou alegre por FrançuáCordel
Estrofi pequena prua nutiça grandiPoesias
Estudante sem futuroCrônicas
Eu e a luaLetras_de_Música
Eu e elaCordel
Eu hoje amanheci surdoCordel
Eu lis dô um grandi abraçu, mermu ocêis mi firinduCordel
Eu nun sabia qui o amô morava no conjunto DCordel
Eu pensei que estava ganhando uma camaCordel
EU QUERIA SER...Cordel
Eu quiria preguntá pra Deuzu as coiza qui eu nun intendiaCordel
Eu quiria vê us intelequituá falá em caipirêisCordel
Eu só tinha um lírioCordel
Eu também estou seguindo a mesma trilha dos MestresCordel
Eu te peço em clamorCordel
Eu vi Deus chorando por aquele cidadãoCordel
Eu vi o povo pasmarCordel
EXPLICANDO PARA JOSÉ DANTASCordel
Expreçano as beleza do CriadôCordel
É o jeito você comprar um bote, ou então aprenda logo nadarCordel
É por causa da eleiçãoCordel
É qui a Literatura de cordé é u a curtura populáCordel
És uma RosaPoesias
Êta Manezinho difícil!Cordel
Faça de sua vida um poema depois deixe o mundo ler em cordelCordel
Família na escolaInfantil
Fantasia do tempoPoesias
Feche a boca porque mosquito não tem freio.Frases
Feitiço de ItanhémPoesias
FELIZ ANO NOVO PARA TODOSCordel
Feliz Natal amigosCordel
Feliz Natal Amigos da UsinaCordel
Ferro de engomarPoesias
Festa das goteirasPoesias
Festa na casa do João de BarroInfantil
Festa no arraiá da HullCordel
Fé de sertanejoCordel
FOGUETES ADRIANINOPoesias
Foi naquele fevereiroPoesias
Fomi!... Éça bixa é fêia!Cordel
Forró do FlamengoLetras_de_Música
Forró gostosoLetras_de_Música
Forró ponteadoLetras_de_Música
Fracasso escolarPoesias
Fracasso escolar - paródiaLetras_de_Música
Frio de invernoInfantil
Fui buscar inspiração / SONETOPoesias
Fui conhecer a carneira que ganheiCordel
GabrielaLetras_de_Música
Ganham eles a eleição e o povo só se lascandoCordel
Garrafada para o câncerCordel
Garrincha, o pássaro...Frases
Gortara, pódi vim condo quiséCordel
GRITA MEU BRASIL !Poesias
Grita meu Brasil, grita!Poesias
Grito dos excluídosDiscursos
GUERREIROS DO FUTUROInfantil
Há poesia em tudoCordel
Histórias interessantes do interiorCordel
HOMENAGEM PARA A MULHERPoesias
Homenagem para Elane e agradecimento para os que votaram nelCordel
Homenagem para LucianoDiscursos
Homenagem para um irmão - EloinoDiscursos
I - Interação - Eu sei qui vô te amáCordel
II - Interação - Qui fejuada qui nada!Cordel
III - Interação - Disarruma sua mala Lió Cordel
Inda alembro, foi no onze de setembo!Cordel
INSPIRAÇÃO, MINHA COMPANHEIRACartas
Itanhém está no Big Broder êta minha terrinha danada.Cordel
Itanhém tá na Globo com Elane no Big BrotherCordel
IV - Interação -Enquanto nun viro pó,tô na dança das cavêra.Cordel
Já seiLetras_de_Música
Jornal O Sollo, os meus agradecimentosCordel
JUSTIÇAPoesias
K d o São João do meu lugar?Cordel
Lei divina ou naturalPoesias
Lembrando o barraco velhoPoesias
Lilian Maiá pidiu pra eu falá de Jorge SalesCordel
Livuzia cum Sór quentiCordel
Lixo - EcologiaPoesias
LÍLIAN, ESCOLHE EU!Cordel
Luana - 11 anosPoesias
Mais qui percupança cum a urtografia, tira acento num bota aCordel
Maldita parabólicaPoesias
MAMASPoesias
Mamãe me burilouCordel
Mande notícias por e-mailCordel
Marina responde - 3Cordel
Marina responde - 4Cordel
Marina responde - 6Cordel
Marina responde 5Cordel
Mas cadê meu companheiro, cadê?Poesias
Mataram as árvores da praça Castro AlvesCordel
Mataram o meu sertãoCordel
Máquina de escreverPoesias
Máscara invisívelCrônicas
Mãe JocéliaPoesias
MÃE NO ASILOCrônicas
Mãe, adonde qui a sióra ta?Cordel
Mão invisívelCrônicas
Menino travêsso - Não ao abôrtoPoesias
Mensagem de um caipira fora do paísContos
Mestre Egidio tem razãoCordel
Mestre Egidio, porque eu? Sou aluno!Cordel
Mestre Egidio, só se Padim Ciço me ajudar!Cordel
Meu amigo Pedro Alvares CabralCordel
Meu barco da ilusãoLetras_de_Música
Meu caro EdnamaiCordel
Meu currículoCordel
Meu nugóço é ta no xãoCordel
MEU SONHOCordel
Meu tempo de juventudePoesias
Meus filhos não são meus filhosCordel
Meus professores da Usina, parabéns pelo seu diaCordel
Mia fia inceste pra eu i num dotôCordel
Milene - a rainha da UsinaCordel
Min cazei cum a solidãoCordel
Minha cidade é uma ilhaCordel
MINHA TERRA É UM DIAMANTE - Barra da Estiva BaCartas
Minha visão de poetaCordel
Missiva para Daniel FiuzaCordel
Missiva para Paulo BarrosCordel
Mistério! Quem matou fêfêu e fredCordel
Mote de José Dantas "Que seria do Brasil, se não fosse a suaCordel
Mote: Me tire desse imprençado/Que nunca fui glozadôCordel
Muitas moradas na casa do Meu PaiPoesias
Mulher de verdadeCordel
Na correria da vidaCordel
Na praia, todos são coronéis.Cordel
Na sabatina di somáCordel
Nas minhas andançasPoesias
Nem Chiquinha, nem Clementina e nem Ana, amiga HullCordel
Nem o diabo pode com a mulher II continuaçãoCordel
Nem o diabo pode com a mulher ICordel
Nem viagra dá jeitoHumor
No peito estourando a dor, da turba quieta e caladaCordel
No silêncio do meu quartoCordel
Nordeste-terra quenteCordel
Nos ataios da vidaCordel
Notícias de Jorge salesCordel
Nós todos fazemos a escolaInfantil
Nu dia qui a natureza rezorvê a cobrar!Poesias
Num cuncigu isquecê aqueli 11 de setembruCordel
Nunca ví tanta podridão/ No meu país guverná - 1ª parteCordel
Nutiçias du globu rurá - EcologiaPoesias
O PRECONCEITO NOS CABELOSPoesias
O amor é infinitoCordel
O apagãoPoesias
O Água Preta está chorando - Meio ambientePoesias
O beijo cum sabô de fumoCordel
O brinquedo de BuschCordel
O bunitu inda é eli (para a cumadi Hull)Cordel
O Capanguinha que conheço -Marina repondeCordel
O carona medroso - Marina respondeCordel
O carrapato miúdoInfantil
O carrinho da lata de sardinhaPoesias
O carrinho diferentePoesias
O caso da dentadura que Dudu contou em Vila Velha ESCordel
O causo todo completo do Izame de próstaCordel
O causu du sistema urináro do ZézinCordel
O cauzu da cobra ParaguaiaCordel
O câncerCordel
O custo de um certificadoDiscursos
O custo de um certificadoCordel
O dedalCordel
O defunto falanteCordel
O dia que Capanguinha driblo a morteCordel
O diabo e a escolaPoesias
O diagnósticoHumor
O diagnóstico - hoje é o dia do médicoCordel
O dotô usa camisinha no dedão?Cordel
O encontro com a turma do cordel em Vila Velha EsCordel
O encontro de Airam Ribeiro e Pedrinho Goltara na BahiaCordel
O enxame de abelhasInfantil
O escravo da esculturaCordel
O estrago dos agrotóxicosCordel
O estudo é a melhor riquezaInfantil
O filho do Tim nasceuCordel
O FundefCrônicas
O funeral do meu sogroCordel
O fuxiquêroCordel
O gato cotóInfantil
O importante foi você competir ManezinhoCordel
O incronto com ClaralunaCordel
O jeitin brazilêro, trapaças e malandragiCordel
O mais rico da terraCordel
O matuto que operô de próstaCordel
O matuto só num sabe iscrevê, mas sabe qui o luar do...Cordel
O merecimento de EloinoCordel
O meu primeiro casamentoCordel
O meu primeiro casamentoCordel
O meu recantoInfantil
O Natal que o vento levouCordel
O natal que o vento levouContos
O ninho da pedra ôcaPoesias
O ovoPoesias
O pãozinhoCordel
O PEDIDO DA CRIANÇALetras_de_Música
O pedregulhoInfantil
O peso da LuzContos
O poeta é genti sem mardadi, I sua função é iscrevê u amô.Cordel
O predador e a liberdadeCordel
O professorCordel
O professorPoesias
O quarto silenciosoPoesias
O que ví na xilogravuraCordel
O ratão qui Zezitu num viuCordel
O ressecamento de BelaCordel
O retornu di um grandi amô - setilhaCordel
O rezadorCordel
O rôbo das patenti nacionáCordel
O sexteto inda tem curaCordel
O sonho dum mininoCordel
O sorriso é o que importaCordel
O tempo foi pouco para a minha história de amorPoesias
O tempo que não passaCordel
O teu retratoCordel
O tre trecoPeça_de_Teatro
O triná dos sabiá - duetoCordel
O verãoInfantil
O vereadorCordel
Obrigado irmão CoadinhoCordel
Obrigado pelo livro Rubenio...Cordel
Obrigado professor Domingos MedeirosCordel
Omenagiandu todas as mãeCordel
Omenagianu a mia mãe pretaCordel
Omenáge pruma dotôraCordel
Omenági para mia mãeCordel
Onde quero ser enterradoCordel
Ondé qui tão quereno xegá?!Cordel
Opinião dum caipiraPoesias
Oração do poetaCordel
Os cunsêi qui meu pai min deuCordel
Os fi de Xiquinha do CatuléCordel
Os gemidos de DominguinhoCordel
Os mortos da minha ruaCordel
Os peitião de RosinhaCordel
Os pós SocratesPoesias
Os viciados do exame de próstaCordel
Ouçamos os gritosPoesias
Our love dream - versãoLetras_de_Música
Ouro não rima com choro - (as cores)Cordel
Outra vez César!Cordel
Ô Coitado para César AlencastroCordel
Paçarin vaidozoCordel
Padre RomaCrônicas
Paixão de um videnteCordel
Papai, você será sempre o meu herói.Cordel
PARA AS MENINAS LILIAN E MILAZULCordel
Para Daniel Fiúza VerdadeiroCordel
Para Maria GeorginaCordel
PARA MESTRE EGÍDIOCordel
Para meu amigo DanielCordel
Para o fumantePoesias
Para que o encontro de casais?Cordel
Para Rubenio MarceloCordel
Parabenizando o AlmirCordel
Parabéns Daniel FiuzaCordel
Parabéns HugoCordel
Parabéns professoresPoesias
PARABÉNSJOSÉ DANTASCordel
Passa PóLetras_de_Música
Passando bem na sessão eleitoral.Cordel
Passando fome na sessão eleitoralCordel
PAZ NAS ESCOLASCrônicas
Peço um voto para ElaneCordel
Pedaço de estimaçãoCordel
Pedernêra foi castrado na Bahia Cordel
Pedidos ao ventoCordel
Pedindo um favor ao TataiCordel
PEDINDO UM FAVOR AO TATAICordel
Pedindo voto para Elane - a última vezCordel
Pedra BrutaPoesias
Pedra de sustentoCordel
Penintência para plantar árvoresPoesias
Pequi, o fruto das recordaçõesCordel
Perante a NaturezaArtigos
Pergunta de uma criança sobre eleiçãoPoesias
PilépiciaCordel
Pingo, o caxôrro qui Pedrinho Goltara cunheceuCordel
Pirilampu, a luiz maraviosa du campuCordel
Pobre e ricoInfantil
Poema para a mortePoesias
Poesia não se vendePoesias
Pograma Mais Nóis respondi - Unguentu pra dô da barriga da..Cordel
Pois aqui ta é bom demaisCordel
Poluição - ParódiaLetras_de_Música
Porque só o mal dá ibope?Cordel
Porquê as jovens engravidam mais cedo?Cordel
Porquê prendeu Branca? (Conto de Maith, depois o cordel)Cordel
Pó, pô.Poesias
Pra num dizê qui num falei das fulôCordel
Pra vancê Pálo BarrosCordel
PreceArtigos
Prefiro ser cordelista aprendizCordel
Preserve um minadorPoesias
PRIMAVERAInfantil
Programa Nordeste Caboclo - Fortaleza CECordel
Programa Olga BongovanniCordel
Promação da funeráriaCordel
Promessas de políticosCordel
Pros foiêtos,êçe foi mai mióCordel
Prosa ecológicaPoesias
Protesto - Diga não ao abôrto - Deixe-a nascerPoesias
Proziano cum o dotô (com resposta)Cordel
Pruquê eu defendu as puta?...Cordel
Pruquê mia viola virô só cacu!Cordel
Puxa mas não tanto ZéCordel
Quadras para as mãesPoesias
Qual o louco dos dois?Poesias
Qualquer títuloCordel
Quando a flecha não tem pontaPoesias
Quando começa uma vida? Deixe-a nascer!Poesias
Quando maio ta a xegá!Cordel
Quando o amor está presenteCordel
Quando o amor está presente ICordel
Quando o amor está presente IICordel
Quando o homem se agigantaPoesias
Quanto custa um câncer e um drogado?Cordel
Quarenta anos de paróquia de ItanhemPoesias
Que qui tem se a amo!Cordel
Que seria do Brasil se nao fôsse a sua culturaCordel
Que vença o melhor para o povãoCordel
Quem é mesmo essa América do Norte?Cordel
Quem larga a zona rurá, alimenta u ezudu rurá i vai pru emieCordel
Quem mexeu no meu queijoInfantil
Quer ir mais eu, vamos!Cordel
Quero um pulmão de açoCrônicas
Rabiscando uma décima pensando em nosso CriadorCordel
Rapadura, Premu Nobé da Sustança - setilhaCordel
Realizano um sõin de mininoCordel
Rebel in me - Jimmy Clif - VersãoLetras_de_Música
Recado para Nên Galêgo na AméricaPoesias
Receita para sinusiteCordel
Receita pra fazê pipoca (soneto)Poesias
Recordações de Barra da Estiva BaPoesias
Relembrano véios amigus profeçôres da UsinaCordel
Resgatando os contos de fadas, lendas e fábulasInfantil
RESPEITE O IDOSOPoesias
Respondendo a Altamirando sobre a Ara Cruz celuloseCordel
Respondendo a Maria da Graça AlmeidaCordel
Respondendo ao carona medrosoCordel
Respondendo Luís CamposCordel
Respondeno a santo AntoinCordel
Respondeno a um matuto xêi de sabençaCordel
Respondenu a SantuantoinCordel
Resposta a décima de Daniel, ganha a corja estrangeira e o BCordel
Retrato de um rio morto - (Dia 22 de março é o dia da água)Cordel
Rico! Porquê não?Crônicas
Salário do professor - ParódiaLetras_de_Música
Saudades de Barra da EstivaPoesias
Saudades de Luiz GonzagaLetras_de_Música
Saudades do meu avô João RibeiroCordel
SaúdePoesias
Saúde bucalInfantil
São João mudadoLetras_de_Música
São Juão e Natá, lembrança de u a criança póbriCordel
São Pedro tem razãoCordel
Se a sua rua está suja a culpa é de quem?Infantil
Se conseguir ligar darei notícias do primo Jorge RibeiroCordel
Se ficá o bixo pega se corrê o bixo comeCordel
Se vira nos trintaCordel
Sei que meu trabalho é uma gota no oceano...Frases
Seminário na FaesaCordel
Será se tem cordelista em Brasília?Cordel
Setilha para as JocéliasCordel
Sexo a reveriaCordel
Sêi u bastanti meu cumpadiCordel
Sha la la - The Reptones - VersãoLetras_de_Música
Si é esta a primavera, intão cadê as fulô?Cordel
Simone e RosangelaCordel
Somos vulneráveisCordel
Sonhando na praça da matrizPoesias
Sou cabo eleitoral de ElaneCordel
Sou doadorCordel
Sou pequeno mais não sou pedaçoCordel
SOU SEMPRE A PEDRAPoesias
Só hoji vim sabê qui tu era minha vizinha!Cordel
Só o amor pode fazer este Brasil saber quem ele é realmenteDiscursos
Só para Milene ArderCordel
Só quero alegria no meu funeralPoesias
Só quero é forrozarLetras_de_Música
Só queru é qui Son Pedro devorva a Maria qui eli levôCordel
Sócrates e a retóricaPoesias
Sô eu no caminho do meu sertãoPoesias
Sô o bixo homi, o inganadôPoesias
Sr. Aldir e dona NiceCordel
Suplicano pras xuva paráCordel
Supuzutóro de baboza mata as vremis oquixurasCordel
Também um discurso antes de começarCordel
tamo rudiado de jografiaCordel
Te amano o tempo intêroCordel
Tempero diferenteCordel
Tenha por ele compaixãoPoesias
Tentano cunquistá a Terê das Bêra Már - duetoCordel
Ticket to heavem - Dire Strites - versãoLetras_de_Música
Tipos de políticosCordel
Tiquinho de gente - prezinhoInfantil
Titulo de mãe - Não ao abôrtoPoesias
Tô doidin pra ti vêCordel
Tô nem aí, se preocupe não!Crônicas
Trocando de corpoCordel
U curpadu foi u donu du putêru!Cordel
U ispêio nun mentiCordel
Um adeus a PavarotiCordel
Um amor imensoCordel
Um caipira na praiaCordel
Um caipira querenu i prus Istadus ZuniduHumor
Um campião nas ulimpiadasCordel
UM CORDEL PARA MINHA ESPOSACordel
Um cordel para tininhaCordel
Um cordel pra michele, a cachorrinha do presidenteCordel
Um dia voltarei a Vila VelhaCordel
Um jantar no alémCordel
Um pidido pra Voça CelênçaCordel
Um poema para a PazPoesias
Um poema para JocéliaPoesias
Um poema para o dia de NatalCordel
Um poema para o meu paiPoesias
Um poema para o trabalhoPoesias
Um poeta analfabetoCordel
Um puxão de orelha na mamãePoesias
Uma carta em cordel para EnelitaCordel
Uma carta maternaArtigos
Uma guerreira abatidaCordel
Uma homenagem para mimCordel
Uma mensagem para Felipe (respondendo seu e-mail)Cordel
Uma viagem sem voltaCordel
Uma vitória da vidaArtigos
Us boi qui forum naqueli currá já tava ferraduCordel
UtupiaPoesias
Vamos a vida defender, o suicídio não é a soluçãoCordel
Vamos orar pra mestre EgídioCordel
Vem ca Zuza, min ajude omenagiá um jegue!Poesias
Vendedor de sonhosLetras_de_Música
Vendendo caixão de defuntoHumor
Vento!Cordel
Vê! Até as estrelas piscam para nósCordel
Vi a mão de Deus e a mão do HomemCordel
Viadutos não tem janelasContos
Viagem frustrada, não consegui ver o Lula cáCordel
VIAGENS NA LEITURAPoesias
Vida de fumante - ParódiaLetras_de_Música
VIDA DE INTERIORPoesias
Vida sim, drogas nãoPoesias
Vinte e seis anos de amorPoesias
Violão sem som - drogasCrônicas
Visita da TV Santa CruzCordel
Vontade de ser criançaPoesias
Votar pode, ser preso não!Cordel
Vou ver se encontro Lula láCordel
Vuando com a imaginaçãoCordel
Xote para mamãeLetras_de_Música
Xote quenteLetras_de_Música
ZAIDS - A vida é mais forte que ielaCordel
ZÉ NOVO TEM FILHOS NO MUNDO TODOCordel
Patrocine esse autor
 
Currículo do Autor